terça-feira, 23 de julho de 2013

Animais portadores de necessidades especiais


Alguns animais podem nascer deficientes ou se tornar deficientes por algum tipo de doença, fatores genéticos, velhice ou através de algum tipo de acidente e até por resultado de maus tratos.
Infelizmente no caso de adoções, os animais nessas condições sofrem muito preconceito. Quando já estão inseridos em uma familia, sua chance de permanecer nela só será grande se o amor de seus donos for do mesmo tamanho, pois muitas pessoas abandonam o animal justamente porque acham que não vão dar conta da situação ou por não querer ter trabalho com esse tipo de situação (o que é um ato de covardia e desamor).Existem vários tipos de animais deficientes: cegos, paraplegicos, tetraplégicos.
Quando o animal perde uma das pernas ele aprende a andar e até correr normalmente e quando perde duas pernas, nesse caso a alternativa para locomoção do animal é a cadeira de rodas e o saco de arrasto).Animais deficientes precisam de cuidados e atenção especiais, além de muito amor.As cadeirinhas de rodas adaptadas para o animal são um grande apoio para locomoção, permitindo assim que eles possam interagirmelhor com o mundo à sua volta. No começo o bichinho pode até estranhar o uso desse auxílio, mas com o tempo a maioria dos animais acaba se adaptando perfeitamente. O tipo de cadeirinha para o seu cão deve ser aquele que permite que as patinhas não fiquem se arrastando no chão, para evitar o aparecimento de feridas.

Os sacos de arrasto ajudam na locomoção em pisos e gramados e permite que o animal aprenda uma outra forma de locomover-se sem se machucar ao se arrastar.

Obs: Esse tipo de meio de locomoção deve ser usado junto com a frauda descartável.

No caso de animais cegos, seus donos devem adaptar a casa e os locais por onde seu bichinho costuma andar (proteger quinas, não deixar móveis no meio do caminho por onde o bichinho costuma passar, evitando assim, que ele se machuque.
Os potes de alimento devem ficar num local de fácil o acesso e nunca se deve mudar eles de lugar. Animais cegos desenvolvem um senso maior de percepção.
Animais deficientes devem conviver com sua família dentro de casa e não deixado no quintal, por justamente precisar de cuidados especiais e atenção.OBS: Cuide de seu animal com energia positiva e não com "pena", pois eles sentem e compartilham de forma extrema todas as nossas emoções.

A fisioterapia ajuda a amenizar alguns tipos de casos de deficiência, como por exemplo, problemas de locomoção, mas o fator principal de ajuda nesses casos é o carinho, pois não há remédio mais milagroso nesse mundo.


Fonte de pesquisa: www.deficiente-forum.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo :-)